30 de jun de 2010

The Drums: A revelação do Festival Glastonbury

A pouco conhecida banda americana The Drums foi uma das sensações do tradicional festival inglês de Glastonbury, O quarteto do Brooklyn, Nova York, que tem dois discos lançados e faz um estilo tranquilo, quase surf music, se apresentou de maneira despojada no pequeno palco, usando apenas dois amplificadores, em frente a uma fogueira feita pela galera que estava acampada naquela área do festival, umas poucas centenas de pessoas, bem longe do burburinho do gigantesco evento, que comemorava seus 40 anos.

O que deu o toque especial à apresentação foi que eles não anunciaram que a fariam daquela forma, nem naquele lugar, mantendo isso em segredo até a hora do show, quando, após algumas músicas, desceram do palco para o meio do público, com ótimo resultado. A banda, que estava escalada para tocar mais tarde no John Peel Stage (outro palco dedicado a uma celebridade inglesa da música, no caso, o lendário disc-jockey da BBC, morto em 2004), começou o show com uma autodefinição frase de seu vocalista, Jonathan Pierce. - Nós somos um pouquinho delirantes - disse, em referência ao formato inusitado da apresentação.

Festival de Glastonbury

Todos os ingressos para a edição do tradicionalíssimo Glastonbury 2010 se esgotaram em apenas 12 horas, antes mesmo das atrações serem confirmadas para o quadragésimo aniversário do evento. Neste ano, a organização repetiu o sistema implantado no ano passado que permitiu aos fãs pagarem apenas £50 pela reserva do ingresso e totalizando o pagamento no mês de fevereiro, o que explica o sucesso absoluto da pré venda. A edição 2010 marcou os 40 anos do maior festival do Reino Unido. Com informações do site O Globo.

A revelação do festival, The Drums:
http://www.myspace.com/thedrumsforever

Sinta-se no Céu

Por Bianca Carvalho

A MPB contemporânea deu mais um passo. Maria do Céu Whitaker Poças ou simplesmente Céu. Cantora, compositora, brasileira e paulistana de apenas 30 anos que já chegou ao topo do ranking de revelação da revista Norte-Americana Billboard e alcançou a posição mais alta nas paradas dos Estados Unidos, desde a música "Garota de Ipanema", em 1963.

Fora do Brasil, seu nome transformou-se em sinônimo de sucesso, conseguindo ótima receptividade em vários países. Em 2007, foi indicada para o Grammy na categoria melhor álbum de world music contemporânea, e apresentou-se na abertura dos XV Jogos Panamericanos, no Rio de Janeiro. O que explica o fato dela já ser considerada por muitos críticos a princesinha da MBP. Céu começou cedo, decidiu entrar no mundo da música aos quinzes anos por interferências musicais na infância, seu pai era compositor, arranjador e músico.

O seu segundo álbum intitulado Vagarosa estava sendo aguardado com ansiedade pelos fãs e críticos, não só pelo tempo que a cantora demorou a lançar cerca de 4 anos, mas também pela repercussão de seu primeiro. O cd foi produzido pela própria artista juntamente com Beto Villares, Gustavo Lenza e Gui Amabis e resulta numa mistura de variados ritmos, que vão desde o samba até o reggae. Mais autoral que o disco anterior e menos comercial, o álbum é composto por treze faixas, sendo doze de sua própria autoria.

A paulistana vem encantando não só pela voz doce, mas pelo carisma e beleza, que no decorrer do disco deixam as músicas uma sensação envolvente e agradável. Além da jazzística Nascente que possui uma sonoridade distintiva, destacam-se Rosa Menina Rosa que trás uma psicodélica releitura do primeiro disco Samba Esquema Novo de Jorge Benjor e Babuia, filosofia do tipo Deixa Vida me Levar, de Zeca Pagodinho. Cada canção tem uma particularidade diferente sem usar as melodias em torno de clichês, há também participações de outros músicos convidados.

Céu tem uma voz nítida e bem trabalhada, para quem teve a oportunidade de ver um show dela sabe bem do que estou falando. Os arranjos ao vivo são praticamente idênticos aos do CD e ela consegue juntar todo seu gingado com a música. Vagarosa é simplesmente um disco agradável e diferente. Céu é uma importante cantora no cenário nacional, com algumas críticas a elegendo como a melhor cantora dos últimos tempos. A linha excêntrica do CD é a condição para sua qualidade.

29 de jun de 2010

Apresentando a Paris Rock

Por Mary Camata

Fugindo um pouco da cena do rock carioca e gaucho, no qual particularmente gosto muito, vamos falar sobre uma banda que faz um rock romântico e com pegada ao mesmo tempo e que é de Belém-PA. Larga este preconceito de que no Pará só tem Calypso e que não existem boas bandas de rock. Se você pensa assim, está redondamente enganado e te dou algumas sugestões de ótimas bandas de rock que são do Pará como Madame Satan, The Baudelaires, Johny Rockstar e a Paris Rock. Ah.. a Paris Rock é encantadora. Formada em 2007, está entre uma das bandas que ainda não tive a oportunidade de assistir um show e que tenho vontade. Um som com guitarras bem elaboradas, um vocal forte que passeia pelo indie, trazendo uma base bem rock and roll em suas músicas.

A banda trabalha atualmente na divulgação do seu primeiro EP “Que ta”, que mostra em suas letras de amor uma mistura de vários estilos que vão do indie ao samba, destilando competência na mistura dos ritmos junto com o rock and roll. A Paris Rock é uma das bandas confirmadas para o Festival Quebramar que acontece agora em julho no Amapá. Para mim, é uma banda pronta para ser consumida e pra quem ainda não conhece, vai a minha dica para apreciar os meninos da Paris rock, de preferência com um copo de destilado.

APERITIVO: OUÇA PARIS ROCK!

28 de jun de 2010

Mozine anuncia lançamentos e novidades de suas três bandas


Por Mary Camata

O capixaba Fábio Mozine, uma das figuras mais importantes na cena independente do hardcore nacional, proprietário da gravadora Laja Records (www.laja.com.br) e chefe das bandas Mukeka di Rato, Os Pedrero e Merda), falou durante um de nossos bate-papos sobre as novidades que circulam suas três bandas. Conversa com Mozine, tem que virar entrevista. Segue abaixo as novidades sobre o lançamento dos DVD das bandas Merda e Leptospirose e do DVD Laja 100, além de informações quentes sobre suas bandas:

Sobre o DVD do Merda/ Leptospirose. Quando foi gravado e quando deve ser lançado?

- Esse DVD estava sendo gravado durante a nossa tour européia, em outubro de 2007 quando sofremos um acidente e tivemos que parar de gravar, ai ele se transformou de um filme de tour, para um documentário de tour com acidente. Depois pegamos umas imagens extras em dezembro de 2007, quando as bandas Merda e Leptospirose tocaram em Vila Velha. Fizeram algumas imagens extras também com os caras do Leptospirose em Bragança Paulista.

Eu sinceramente não gosto muito de assistir, apesar de não ter visto ele todo finalizado ainda. Frescurites minhas a parte, é meio chato relembrar tão claramente daquela merda toda, mas obvio que eu reconheço o valor que esse documentário tem pra muita gente, alem de que, apesar de toda desgraceira, o vídeo foiçou engraçado pra caramba porque é muito idiota junto.

Quais são as últimas novidades sobre o Mukeka di Rato e dos Pedreros?

- Mukeka di Rato se encontra numa situação de espera. Queremos gravar nosso novo disco com o Rafael mas dependemos da agenda dele bater com a nossa, pois são duas agendas bem chatas e complicadas. O disco Atletas de Fristo já está todo compostos. Já temos até a ordem das musicas, temos a capa, e inclusive uma demo tape gravada com todas as musicas, mas não sabemos quando vamos gravar. Eu acho que esse ano sai. Temos a possibilidade de fazer alguns shows em Portugal e na França, mas isso nem está 100% confirmado ainda, é furo de reportagem seu. Alem disso, o Gaiola já foi mandado pra fabrica na França. Serão 500 copias em vinil branco, bem bonito. Ainda temos o EP com Dead Fish que saiu tem alguns meses, numa das primeiras fornadas de vinil lançados pela Deckdisc na fábrica Polysom.

Já Os Pedrero acabaram de gravar 6 musicas pra um 7” só nosso, chamado PIN UP GORDINHA. Ainda não sei quando vai sair, estamos vendo a possibilidade de ser lançado no exterior primeiro, mas claro, com as copias chegando no Brasil junto. Também haverá um site pra baixar o disco de graça, caso você seja pobre e miserável e não queira comprar o vinil, que não vai ser tão barato mas também não é caro.

E conta pra gente sobre o DVD Laja 100? Onde foi gravado e quando será o lançamento?

- O DVD Laja 100 foi um novo projeto de comemoração do lançamento de número 100 da Laja Records , junto ai com 11...12 anos de gravadora. Quero fazer algo bem diferente, como se fosse um filme mesmo e não uma simples coletânea de trechos de shows e clips que todo mundo já está careca de ver no youtube. Estou trabalhando com uma galera do ES chamada Olhos Coloridos e são produtores muito legais. Recebi incentivo da lei Vila Velha Cultura e Arte, o que deve facilitar pra eu fazer alguma coisa bem legal mesmo. Terá tipo um vídeo institucional de sacanagem, narrado pelo Gabriel Barbieri, ex-baixista lindo do Motosierra. O cara vem de Montevideo para Vila Velha somente para fazer isso! Loucura, loucura mas ainda estamos sem previsão de lançamento, aguardem surpresas.

25 de jun de 2010

Quem é Nevilton?

Por Mary Camata

Até ontem (24/06), eu ainda não tinha visto o Nevilton (PR) e sua banda tocar. E sabe, foi muito bom esperar para ver porque ontem, o show do Nevilton foi pra mim, foi pra banda Di Marco, foi pros nossos amigos, foi VIP. Foi só pra gente e não podia ter sido melhor.

Já sabia da fama que os paranaenses conquistaram pelo Brasil a fora. Acabaram de tocar no Festival Casarão na última semana e na Ressaca do Festival, já cairam em Ji-Paraná e não podia ter acontecido o melhor momento para vermos “ os Neviltons” mais a vontade. No começo, vi um tímido Nevilton, meio travado, talvez a falta de um público grande ali na frente interagindo ou então pelo cansaço da exaustiva turnê que os meninos estão fazendo por vários dias sem parar.

Eles são só três mas parecem cinco... Nevilton cantou e cantou suas músicas, fez covers onteressantes, fez rock and roll de verdade, tocou guitarrada e carimbó, dançou e até foi pra bateria. O cara que no começo estava totalmente travado, no final se sentiu em casa e livre para tocar e fazer o que sentisse vontade. Nevilton é realmente uma das revelações do rock e onde tocar, não perca a oportunidade de se divertir com os meninos do rock. Pra finalizar, só tenho mais uma coisa a dizer: Obrigada Nevilton e sua banda por terem feito a nossa quinta-feira mais feliz! Viva o rock and roll!

Quem é Nevilton?

23 de jun de 2010

Érika Martins comemora 10 anos de carreira

Conhecida pela extinta banda Penélope, a cantora Érika Martins, apesar da cara de menina, celebra seus dez anos de carreira com o lançamento do CD Curriculum. Érika teve grande projeção na Banda Penélope que continha músicas na trilha sonora da novela Malhação e até hoje tem sua voz conhecida na música A Mais Pedida que gravou com Raimundos.

Na sua nova coletânea, Curriculum destaca uma Érika Martins em diversas fases de sua carreira, reunindo sucessos da banda Penélope e músicas que fez em participação especial com Raimundos, Hebert Vianna, Biquini Cavadão, Autoramas entre outros nomes consagrados. A novidade fica por conta da sua nova gravação para “Waiting For My Song” – famoso tema do comercial de TV do Mercado Livre.

Algumas músicas que não foram para o CD, podem ser ouvidas no Myspace da cantora: http://www.myspace.com/erikamartinsoficial

APERITIVO: ÉRIKA MARTINS – NAMORINHO DE PORTÃO

Festival de Glastonbury comemora 40 anos

O grupo Gorillaz tomará o lugar do U2 no principal momento do festival

Mais de 170 mil pessoas são esperadas a partir desta quarta-feira na fazenda da região de Somerset, na Inglaterra, para festejar os 40 anos do prestigiado Festival de Glastonbury, que recebe um elenco eclético de artistas como Gorillaz, Snoop Dogg, Shakira ou ainda Willie Nelson.

Após 40 anos de existência, o festival, que começa na próxima sexta-feira, conservou todo seu brilho, atraindo grandes nomes da cena musical internacional assim como artistas desconhecidos. Michael Eavis, seu fundador, teve que trocar, de última hora, a banda que abriria os shows: o grupo irlandês U2 foi obrigado a cancelar sua participação depois que Bono, 50 anos, teve que se submeter a uma cirurgia de emergência na coluna. O grupo Gorillaz, criado pelo antigo membro do Blur Damon Blur, tomará o lugar do U2 no principal momento do festival.

Entre os pontos fortes estão as apresentações do cantor de soul Stevie Wonder, do rapper Snoop Dogg, da estrela latino-americana Shakira, do grupo Vampire Weekend e ainda do cantor de country Willie Nelson e dos roqueiros do Muse. Ao todo, serão cerca de 700 artistas se apresentando em 45 cenários oficiais espalhados pelos 360 hectares da fazenda de Michael Eavis, com inclusive a participação do artista australiano Rolf Harris, o nigeriano Femi Kuti e dos veteranos do reggae Toots and the Maytals.

PÚBLICO FIEL - De acordo com o serviço meteorológico britânico, o sol deve brilhar neste fim de semana no sudoeste da Inglaterra. Nos últimos anos, o Festival de Glastonbury foi sinônimo de chuva, lama e botas de borracha. Em 2005, 300 tendas foram levadas pelas fortes chuvas. Mas pouco importa o clima, os fãs continuam fiéis ao evento mundial lançado no dia seguinte da morte de Jimi Hendrix em 1970. Os espectadores da época pagaram uma libra e receberam leite da fazenda de graça para ouvir Marc Bolan e Al Stewart.

OUTRAS EDIÇÕES - Uma boa colocação na programação do show pode fazer qualquer grupo disparar em direção ao sucesso. As performances de Radiohead em 1997, Coldplay em 2002 e Muse em 2004 permitiram que esses grupos chegassem ao hall da fama. Os organizadores causaram uma polêmica em 2008 ao conceder ao rapper americano Jay-Z o horário mais cobiçado de sábado à noite, mas logo as críticas sumiram depois que o artista deu um dos melhores shows jamais visto em Glastonbury.
O festival também passou por períodos sombrios como o de 1990 quando 235 pessoas foram presas depois de confrontos com a polícia, ou como em 2009 após a morte de Michael Jackson pouco antes de o festival ter início.

Grande parte do sucesso de Glastonbury continua por causa de sua associação com a mitologia. Segundos os mitos, o Rei Arthur estaria enterrado nas proximidades. Outros rumores afirmam que Jesus havia visitado a região em sua juventude com José de Arimateia - aventura que teria inspirado o poema Jerusalém de William Blake.

Blog A La Maryjanne abre espaço para novas bandas

O intuito do meu blog sempre foi falar sobre tudo que acontece no rock mas, na maioria das vezes, com a minha opinião enfiada guela abaixo, o que as vezes agrada ou desagrada a banda. Pude fazer isso várias vezes em resenhas para alguns festivais e em entrevistas com bandas conhecidas em todo o Brasil. Sempre gostei de falar sobre bandas independentes mas mesmo assim ainda achava que continuava faltando um espaço para que novas bandas pudessem divulgar seu trabalho.

Bom, o espaço está aberto principalmente para as bandas que estão em busca de amadurecimento ou de uma crítica construtiva para seguir em frente. Para participar do Blog A La Maryjanne é fácil. É só entrar em contato pelo e-mail maryjannejipa@hotmail.com mandando release, fotos e o material da sua banda. Para quem quiser mandar cd ou DVD, é só pedir o endereço através do mesmo e-mail. Não importa de que coletivo é sua banda e nem de que estado ela é. O que importa é a interação dentro do rock and roll. Toda semana você vai encontrar bandas novas aqui no Blog A La Laryjanne além das entrevistas com as bandas que estão repercutindo na cena do rock nacional.

Duas dicas de novas bandas no hardcore

Recebi o material de duas novas bandas no cenário do hardcore: Uma é a paranaense No Reply (foto) e a outra é a paulista Livora. Os meninos da No Reply (PR) que montaram a banda em 2008, já lançaram um EP chamado Work In Progress e ainda este ano estará entrando em estúdio para gravar o primeiro cd. Diferente das bandas coloridas de hoje em dia, o No Reply tem uma pegada hardcore que lembra muito as influencias da banda como Dead Fish e Sugar Kane. O guitarrista da banda, Guilherme Muller, que me mandou o material da sua banda, mostra muita garra e determinação para levar o trabalho da sua banda em frente.Conheça o som da banda No Reply (clicando aqui).

A banda Livora, de Araraquara- SP, também vem ligada as influências das bandas de hardcore que estão na mídia independente. Livora ainda está gravando o seu primeiro EP, mas já traz um visual bacana e com letras fáceis. No Myspace da banda está disponível a nova música de trabalho , “Talvez Mais Tarde, ouça Livora (clicando aqui).

22 de jun de 2010

Os gaúchos também fazem rock eletrônico

Por Mary Camata

Na primeira vez que ouvi o trio gaúcho L.A.B, achei que estava fazendo uma viagem psicodélica futurista. Fechei os olhos e comecei a imaginar que estava em uma rave ouvindo uma mistura de indie, com rock e eletrônica completamente esquisita. E não é que a mistura existe e mora no Rio Grande do Sul?

Pois é, cada vez mais, os gaúchos continuam me surpreendendo com a grande opção de boas bandas que encontramos por estas “bandas”. Os blips alternados com riffs e batidas são criações de Dan Schneider,que faz a voz, sintetizadores, baixo e a programação eletrônica da L.A.B, junto com o guitarrista Fê Fischer e Moa Jnr (bateria e percussão) que juntos formam este laboratório de diferentes tipos de som. Uma mistura bem ousada e com letras em português. Não é fácil usar o eletrônico a favor do rock, atualmente muitas bandas brasileiras tem optado por esta mistura “irreverente” para entrarem no mercado da música.

O L.A.B. está trabalhando na finalização de seu primeiro álbum oficial que sairá pela Curve Music, gravadora com sede em Londres, ainda este ano. Aposta dos grandes jornalistas brasileiro, o L.A.B é música dançante, é rock indie, é eletrônica, é barulhento, é melódico, é moderno. Cada pessoa que ouvir, irá definir de um jeito, então, te apresento um laboratório de vários tipos de música em um só, L.A.B escute alto e depois diga o que achou.

APERITIVO: Ouça a EP da banda L.A.B

CLIPE – L.A.B – SEGUNDO ANDAR

21 de jun de 2010

Sugar Kane fará turnê em oito países

Por Mary Camata

A banda curitibana Sugar Kane lançou este mês seu primeiro EP em inglês, Digital Native que conta com seis músicas inéditas e duas regravações. O disco que mira o mercado europeu e norte-americano, foi lançado pelo MYSPACE BRASIL. O motivo da escolha do EP em inglês é a tour por oito países que a banda estará fazendo no segundo semestre de 2010, passando pela Argentina, Uruguai, Chile, Alemanha, Holanda, França, Slovênia, Estados Unidos e com grandes chances também de tocar no Japão.

Em uma entrevista exclusiva, o vocalista Alexandre Capilé, falou sobre o novo EP, sobre os 13 anos da banda Sugar Kane, sobre o cenário HC e da turnê em outros países:

1)- Em 13 anos de estrada, o que a banda Sugar Kane aprendeu, o que faria de novo e o que não faria?

Aprendemos que nem tudo é possível, mas boa parte sim. O que faria de novo seria lutar pelo que acreditamos e trabalhar com algo que se ame. Com certeza eu não negaria tocar na Warped Tour, como fizemos em 2006, quando a banda estava num hiato.

2)- Vistos como uma banda importante no cenário HC, como vcs enxergam o espaço do hardcore no Brasil?

Ele já tem um grande espaço conquistado, já se passaram várias gerações de bandas, temos mais de 20 anos de cena, ha muita coisa pra conquistar e muita organização a ser feita. Acredito que ela perpetue forte, pois o hardcore tem seus milhares de seguidores no Brasil e já provou não ser apenas um "modismo". Uma cena quase auto-suficiente, chegaremos la!

3)- Como a banda utiliza o espaço na internet e o que acham sobre a facilidade da música gratuita na internet? Até que ponto isso é bom? (O Sugar Kane disponibilizou seu novo EP no Myspace).

Tentamos usar da melhor forma possível. Interagimos muito com o publico em todas as redes sociais. Eles sempre nos ajudam em tudo que precisamos, esse contato faz diferença. Eu acho que música gratuita na Internet só ajuda a propagar a banda. Pelo menos pra gente, as vendas de CD não diminuem por isso. As pessoas não têm mais o costume de comprar um cd pra conhecer uma banda, como já foi um dia, então o quanto mais você puder facilitar o acesso as músicas numa boa qualidade, tanto de som quanto na apresentação do material, melhor. Acredito que o formato físico e o conceito de disco sempre vão existir, mas com certeza a música digital é a grande revolução na promoção da música pelo mundo, derrubou barreiras e fez surgir um novo horizonte.
Tem gente ai que acha burrice artista disponibilizar música gratuita, mas tem gente que acha legal ser plástico, nesse mercado perturbado eu prefiro estar por nossas escolhas mesmo. E a do SK é facilitar o acesso, liberdade.

4)- Como está a imagem da banda fora do Brasil? Ainda este ano o Sugar Kane estará em turnê na América do Sul e na Europa. Serão quantos shows e em quais países?

Como ainda estamos no começo desse "novo" momento da nossa carreira, ainda não temos um nome de peso fora do Brasil. Claro que devido as conquistas e o respeito que temos no Brasil e também pelos vários contatos que fizemos com bandas internacionais com quem tocamos, já podemos começar empolgados. Faremos cerca de 30-40 shows em 8 países. Toda a tour será baseada nas músicas do novo EP, com a presença também de clássicos da banda em português.

5)- O que vocês tem escutado (e indicam) de novo no hardcore e no rock nacional?

Do hardcore tem varias bandas que se destacam, como o Take off the Halter, gurizada novinha que ta mandando ver. Tem os já não tão novos do Rancore, com dois discos lançados e uma legião de fãs. Fora do hardcore tem os conterrâneos curitibanos do Sabonetes que curtimos muito, o Vowe, banda nova do Yuri Nishida(ex-Granada), NX-ZERO) e Fabrizio Martinelli(Ex- Hateen) que ta foda tbm.

A primeira parada internacional do grupo é ainda na América do Sul, onde farão shows na Argentina, Chile e Uruguai. Em novembro, a banda segue para a Alemanha, França e Holanda, onde deve fazer 23 shows. A partir de fevereiro de 2011, a banda tem planos para realizar shows nos EUA.

APERITIVO: Confira o EP na íntegra no myspace da banda: www.myspace.com/sugarkanemp3

Foto: Luringa

Radiohead deve lançar novo CD ainda em 2010

Os fãs do Radiohead podem começar a preparar os ouvidos. O novo trabalho da banda britânica, sucessor de In Rainbows(2007), deve chegar ao mercado virtual e físico até o final do ano. Pelo menos é o que garante o guitarrista Ed O'Brien. Em entrevista concedida à rádio BBC 6, da Inglaterra, o músico informou que ele e seus colegas se encontram nos momentos finais das gravações do disco, ainda sem título definido, e que a expectativa em relação ao mesmo é muito grande.

- O álbum é excitante e totalmente diferente do In Rainbows. Nada melhor do que estar em uma banda que continua com a mesma energia e disposição para trabalhar de sua fase inicial, além de manter a vontade de criar coisas novas. Para O'Brien, só mesmo algum tipo de incidente ou mesmo a disposição de alterar alguma coisa de última hora é que poderá evitar que o álbum chegue ao mercado em breve. Ele define o prazo de lançamento como uma questão de semanas.

A produção das gravações está mais uma vez nas mãos de Nigel Goodrich, que trabalha há anos com eles e que assinou Chaos And Creation At The Backyard (2005, de Paul McCartney. Nos últimos anos, a banda divulgou apenas duas músicas novas,Harry Patch (In Memory Of) e These Are My Twisted Words, que não se sabe se estarão no novo disco.

Fonte: R7

17 de jun de 2010

A diversidade dos cariocas da Amplexos

Por Mary Camata

Nem me lembro direito como os cariocas da banda Amplexos caíram no meu twitter. Como estou sempre fuçando bandas novas, passando contatos e muitas vezes, pedindo para as bandas entrarem em contato (às vezes acho que falta interesse), em uma dessas, parei para ouvir o som da banda Amplexos. O que primeiramente me chamou atenção, foi um vídeo que a banda postou no Youtube fazendo um.. será que eu posso chamar de cover? Não, prefiro dizer que a banda Amplexos fez outra versão do clássico “Alegria,Alegria”, do Caetano Veloso, marco inicial do movimento tropicalista de 1967.

Confesso que foi assim que resolvi conhecer a banda (e realmente foi o que me atraiu). O diferencial da banda em fazer uma ligação (ou cover) com uma música que teve grande importância na cena da música popular brasileira, e não fazendo um cover da Lady Gaga em ritmo de hardcore para ver se faz sucesso.

Foi ai que fui pesquisar mais sobre os cariocas da banda Amplexos e o próprio vocalista Guga me passou informações sobre a banda formada em 2005: “A proposta da Amplexos sempre foi fazer música autoral, e por muito tempo tivemos problemas em achar a formação perfeita, achar músicos que topassem este desafio. Já fomos em 8 integrantes, hoje somos 6 apenas, disse Guga.

Outra coisa que achei interessante foi sobre a banda dizer que ainda não teve espaço nos Festivais associados à ABRAFIN- Associação Brasileira de Festivais Independentes: “Já participamos de muitos festivais pequenos, mas ainda não conseguimos entrar no circuito de festivais da ABRAFIN, talvez pela opção de não querermos fazer parte de nenhum coletivo. Trabalhamos muito por aqui, temos um evento mensal ("Amplexos Convida"), que recebe bandas da região e de fora com trabalho autoral relevante, movimentamos bastante a cena independente do interior do Rio e hoje podemos dizer que temos um público fiel. Admiramos muito a importância do trabalho da Abrafin e temos muita vontade de tocar nos festivais filiados a ela”, disse o vocalista da Amplexos.

O primeiro CD da banda Amplexos (com um projeto gráfico muito bonitinho por sinal), está disponível no site www.amplexos.com. Músicas que variam na diversidade do pop, do rock, do indie e até do reggae. Em alguns momentos mais pesados, as vezes leve. Destaque para a alegre música “Deixa Dizer” e para a pesada “Atriz”, que foi regravada com novo arranjo.

O novo CD deve ser gravado ainda em 2010. “ Já estamos em pré-produção, ensaiando bastante e conversando muito. O disco vem com uma pegada mais dançante, calcada nos ritmos afro-cubanos, jamaicanos. A sonoridade já pode ser conferida em nossas novas apresentações, disse Guga que ainda comentou sobre a escolha de Alegria, Alegria: “Tínhamos que tocar algum cover na Seletiva Carioca do Festival MADA, escolhemos essa música, que é emblemática de festivais”, finalizou o vocalista e guitarrista da banda.

APERITIVO 1: Veja o vídeo - Alegria,Alegria – Amplexos

APERITIVO 2:
Myspace da banda AMPLEXOS

16 de jun de 2010

Festival em SP terá Pixies, Linkin' Park, Dave Matthews e Incubus

Foi anunciado nesta quarta-feira (16) durante uma coletiva em São Paulo a primeira edição do festival SWU Music and Arts, que acontece nos dias 9, 10 e 11 de outubro de 2010, em Itu, no interior do estado. As atrações já confirmadas são Pixies, Incubus, Dave Matthews Band e Linkin Park. Ao todo serão 60 artistas internacionais e brasileiros que serão divulgados posteriormente.

Os ingressos para o festival serão comercializados pela empresa Ingresso Rápido. Os detalhes como tipos de ingressos, preços e início das vendas serão divulgados na semana que vem, de acordo com o publicitário Eduardo Fischer, organizador do evento. O SWU acontece nos moldes de grandes eventos musicais internacionais, como Coachella, nos Estados Unidos, e Glastonbury, na Inglaterra, com áreas de camping no local dos shows.

As apresentações serão divididas em quatro palcos, dois deles ao ar livre e dois cobertos. Além dos shows, o SWU terá um fórum com debates e palestras diárias sobre sustentabilidade, entre outros temas, e uma exposição de arte sustentável. O evento acontece na fazenda Maeda, com área de 200 mil metros quadrados. Serão 8.000 vagas de camping e estacionamento para 30 mil carros.

A área de camping estará disponível dois dias antes do início do evento e um dia após o encerramento com estrutura de banheiros, chuveiros e lojas de conveniência. O SWU promove a campanha de sustentabilidade Starts With You (SWU), Começa Com Você, em português, organizada pelo publicitário Eduardo Fischer, que apresentou a coletiva realizada em São Paulo.

15 de jun de 2010

Seminários e shows irão movimentar o Festival Casarão

Por Mary Camata

Nem só de rock vive o Festival Casarão. A décima primeira edição do Festival Casarão que começa nesta quarta-feira (16) na capital Porto Velho e vai até o sábado (19) terá também uma programação recheada de jornalistas.

Durante a semana que acontece o Festival, palestras, debates e oficinas estarão acontecendo na Uniron Shopping. O jornalista do site Urbanaque, produtor de conteúdo da Agência Espalhe e também correspondente da revista Rolling Stones Brasil, Cirilo Dias estará participando de um debate sobre Músicas e Redes Sociais no dia 17/06 junto com o jornalista editor da home do site Virgula, correspondente da revista Rolling Stones e do site scream & yell, Tiago Agostini.

Ainda na programação de quinta-feira (17), o editor do site Rock em Geral, jornalista Marcos Bragatto, estará participando de um debate sobre a “Evolução da Produção Cultural Independente”, juntamente com o produtor cultural e idealizador do Festival Se Rasgum, em Belem- PA, Marcel Arede. Para encerrar a programação de seminários, na sexta-feira (18), o repórter cinematográfico do canal Amazon Sat, Orlando Júnior, estará promovendo uma oficina de vídeo alternativo no Uniron Shopping.

O jornalista Marcos Bragatto, também colaborador do site Uol-Música e da versão Brasileira da Revista Billboard, falou sobre a importância de debater com outros jornalistas sobre a evolução da produção cultural independente: “Eu acho importante a troca de experiências entre produtores e jornalistas de regiões diferentes do país, bem como entre aqueles profissionais que vivem e/ou acompanham a cena há mais tempo e outros que começaram a trabalhar com isso há pouco tempo. Existe ainda a possibilidade de convidar o pessoal de "fora do eixo" para "entrar nos eixos", disse Bragatto que vem do Rio de Janeiro para participar do Festival Casarão.

A programação dos shows depois de feita algumas alterações, pode ser vista atualizada logo abaixo:

Dia 16, quarta-feira

Local: Piratas Pub
Ingressos na portaria: R$ 10
Ricardo Koctus (MG)
Versalle

Dia 17, quinta-feira
Local: Mercado Cultural
Entrada franca
Do Amor (RJ)
Caldo de Piaba
Expresso Imperial

Escadaria da Unir
Entrada Franca
Mugo (GO)
Bedroyt
NEC
Dyviron
Hipnose

Local: Piratas Pub
R$ 15
Autoramas (RJ)
Strep

Dia 18, sexta-feira
Local: Kabanas
R$ 15 (meia/meia solidária), antecipado
R$ 20 (meia/meia solidária), na hora
Cidadão Instigado + Edgard Scandurra (CE/SP)
Hey Hey Hey!
Comunidade Nin-Jitsu (RS)
Survive (AC)
Coveiros
The Name (SP)
Cabocriolo (AM)
Theoria das Cordas

Dia 19, sábado
Local: Kabanas
R$ 15 (meia/meia solidária), antecipado
R$ 20 (meia/meia solidária), na hora
Móveis Coloniais de Acaju (DF)
Nevilton (PR)
Superguidis (RS)
Di Marco (Ji-Paraná)
Ultimato

Strep
Capelinos(TO)
Banda Prévia Casa Fora do Eixo - Cuiabá
Sub Pop (Vilhena)
Jam

Scorpions fará show extra em São Paulo de despedida

A procura por ingressos para o show do Scorpions em São Paulo no próximo dia 19 de setembro foi tanta que a empresa que está organizando o evento resolveu abrir mais uma data: 18 de setembro. E não era para menos; estes serão os dois últimos shows da banda alemã no Brasil, que se despede dos palcos com a “Get Your Sting and Blackout World Tour 2010”.

Assim como o show do dia 19, a apresentação extra rola no Credicard Hall e tem ingressos de R$ 100 a R$ 600. Os preços variam de R$ 100 a R$ 600. Informações e vendas: 4003-5588 (válido em todo território nacional).

Fonte: Abril

10 de jun de 2010

Banda Stellabella fatura o Levi´s Music e ganha clipe no Youtube


Por Mary Camata

Depois de uma verdadeira batalha entre bandas de peso representadas por padrinhos ligados a cena do rock independente, a banda carioca Stellabella já pode respirar aliviada, pois abocanhou a maioria dos votos e ficou em primeiro lugar no concurso Levi´s Music.

A Grïngo - agência responsável pela criação e desenvolvimento da ação interativa do Levi´s Music, prepara agora a última fase da campanha: O lançamento do tão esperado videoclipe, em 17 de julho, produzido pelos melhores profissionais da área. O vídeo ganhará destaque na home do Youtube onde cerca de 4 milhões de acessos são computado diariamente. Aos sábados (dia em que o videoclipe será lançado), esse número sobe para 8 milhões.

A banda contou com a ajuda de peso do padrinho, amigo e vocalista do Detonautas, Tico Santa Cruz. Grande incentivador, Tico Santa Cruz divulgou por dois meses em todas as suas páginas pessoais o nome e o trabalho da banda carioca Stellabella. Tico mais que orgulhoso, falou sobre a vitória dos amigos: “
O Stellabella venceu duas vezes. O Levi's Music havia me pedido 3 indicações de banda, então apresentei outras duas opções de artistas que acredito, serem possíveis opções para o marasmo de iguarias que prevalece na cena rock atual. Todos de muito valor a meus olhos. O Stellabella então foi o escolhido e então começamos uma campanha que durou 2 meses e movimentou dezenas de milhares de pessoas, disse Tico.

Tico falou também sobre a divulgação na internet e a importância do concurso Levi´s Music: “Como padrinho da banda fiz o que acredito ser o papel de alguém que acredita de fato no seu artista e divulguei, mobilizei e mostrei aos que me consideran o valor do grupo. Eles já tinham bastante seguidores no Twitter e uma comunidade grande para uma banda independente, o que ajudou muito na vitória. A Levi's foi muito inteligente ao unir o marketing para a marca a uma ação que exalta e dá oportunidades a novas bandas. Com essa vitória o Stellabella ganha um clipe novo para trabalhar. Parabéns a todos os participantes que agiram honestamente ao longo da ação.

O vocalista e guitarrista da banda Stellabella, André Stella, falou em uma entrevista exclusiva sobre o futuro da Stellabella e sobre a relação com o padrinho da banda, Tico Santa Cruz:

1)- Qual o próximo passo que a banda Stellabella dará após a disputa acirrada com grandes bandas ? Qual foi a sensação de ganhar a votação do Levi´s Music?

André Stella (voz e guitarra) - Primeiramente, parabéns a todas as bandas que participaram do Levi’s Music 2010. Apesar de ter sido uma disputa, uma votação pela Internet, estamos todos no mesmo barco. Somos bandas independentes, querendo trabalhar e mostrar a cara, mostrar nosso trabalho. A prioridade agora são os preparativos para a gravação do clipe, que será de uma música nova e que estará no nosso próximo CD.
Estamos em estúdio finalizando o nosso novo disco, que está sendo produzido pelo Alexandre Vaz (Cabeza de Panda, Marcelo D2) e que deve ser lançado ainda esse ano. Ganhar o Levi’s Music 2010 realmente foi um passo muito importante pra gente e serviu para termos uma visão maior da nossa base de fãs. Sem eles divulgando, pedindo votos e votando na gente, com certeza não ganharíamos essa votação.

2) Onde conheceram o Tico Santa Cruz e até que ponto acreditam que a influência dele ajudou vocês a vencerem o Levi´s Music?

André Stella - Nossa amizade com o Tico Santa Cruz e com todos do Detonautas vem desde 2001, quando tocamos juntos aqui no Rio pela primeira vez. Estávamos bem no início da banda e eles nos incentivaram muito. Desde então nós nunca mais perdemos o contato e eles sempre nos deram a maior força, inclusive nos chamando para abrir alguns shows.
Em 2007, nós lançamos um disco independente (“Alguém”) e o Tico Santa Cruz mostrou esse CD para o Von Kilzer, A&R da Coqueiro Verde Records. O pessoal da gravadora gostou do trabalho, assinamos contrato e eles resolveram relançar o CD, dessa vez levando o nome da banda, “Stellabella”.
O disco foi remasterizado, ganhou uma faixa acústica bônus, capa e encarte novos e contou com a participação do Tico nos vocais da música “Alguém”. A ajuda do Tico foi fundamental para ganharmos o Levi’s Music. Ele nos ajudou a angariar votos, divulgou e mostrou nosso trabalho para muita gente. Além de votos, conseguimos novos fãs e admiradores do nosso trabalho.

3)- Quantos anos de estrada tem a banda Stellabella e qual o público principal de seus shows?

André Stella - Formei a banda em 2000 e o público principal de nossos shows é o público jovem-adulto, entre 17 e 25 anos.

4)- Como está a imagem da banda após o resultado do concurso? Acreditam que muita gente passou a conhecer a banda depois do concurso? O que mudou para a Stellabella?

André Stella – Como já disse, foi um passo muito importante na nossa carreira e fez com que muitas pessoas que não conheciam o Stellabella viessem a conhecer o nosso trabalho. Ganhamos novos fãs e estão todos muito ansiosos e na expectativa para o lançamento do nosso novo CD.

5)- Como está a preparação do clipe? Quando irão gravar?

André Stella - Já escolhemos a música do clipe. Será uma música nova, que estará no nosso novo CD. O pessoal da Gringo (agência que vai produzir o clipe) ainda está trabalhando no roteiro e devemos gravar já na próxima semana. Ele vai estrear no dia 17 de julho (sábado), na primeira página do Youtube, onde ficará em exibição durante 24 horas. Esse será o show para 8 milhões de pessoas (número de pessoas que acessam a página aos sábados).

6)- Deixem um recado para a galera que votou na Banda Stellabella.

André Stella - Obrigado de coração a todos que acreditaram e votaram na gente. Foram dois meses perturbando, enchendo o saco, pedindo votos, mas se não fossem vocês, com certeza não ganharíamos essa votação. Obrigado mesmo pelo carinho. E fiquem ligados na estréia do clipe no dia 17 de julho, na home do Youtube. É O ROCK!

APERITIVO 1: Conheça o som da Banda Stellabella

APERITIVO 2: Veja um Clipe da banda Stellabella – A Escolha

9 de jun de 2010

Omelete Cultural movimenta atividades no ES

Em sua terceira edição, o projeto Omelete Cultural estreia na Estação Porto nos dias 16, 17, 23 e 24 de junho. O maior coletivo de artes integradas do Espírito Santo inicia as atividades de 2010 com oficinas para alunos da rede pública municipal de Vitória, palestras, teatro, cinema, literatura e música. Entre os convidados do primeiro módulo estão os músicos Marcelo Yuka e Gabriel, O Pensador. Os dois participarão de um bate-papo com a temática “O Jovem Protagonista”, que abordará como a web 2.0 e as novas mídias atuam na produção e divulgação de conteúdos feitos pelos jovens.

Oficinas serão oferecidas para alunos da rede municipal de Vitória (ES) durante todos os dias de evento. As temáticas serão Web Rádio, Web Vídeo, Redes Sociais e Gestão Artística na Web. Este ano o coletivo atenderá cerca de 960 estudantes. Nos dias 17 e 24 acontece, além de oficinas, um grande show com integrantes do Coletivo Omelete. Artistas de diversas bandas capixabas se unem para uma apresentação especial. Entre os músicos estão Gustavo Macaco, Mozine (Mukeka di Rato), Quarteto Capixaba, Amaro Lima, Velho Scoth, Tati Wuo, Carlos Papel, Mais Astral, Amélia Barreto, MC Adikto , Alexandre Lima, Vera da Matta, Herança Negra, Bloco Bleque, Marcelo Kju e Fábio Carvalho.

Bandas novas também terão espaço e este ano as apostas são Mary Di e Números Primos. Das atrações já conhecidas pelo público capixaba, está o duo de musica eletrônica/experimental Joezee formado pelos músicos Alex Cepile e Perez Lisboa. Outras manifestações artísticas também fazem parte das Mostras Omelete 2010. Esquete teatral, lançamento de livro e exibição de curta fazem parte da programação. Bandas de alunos das escolas da rede pública também se apresentam no evento.

No lançamento do primeiro módulo, o coletivo aproveita para lançar seu portal na internet. Enquanto isso, o Omelete Cultural divulga suas atividades pelo twitter (@omeletecultural), Facebook e Orkut.

OMELETE CULTURAL - O Omelete Cultural promete muitas novidades em 2010. Depois do sucesso das duas primeiras edições, o evento vai englobar diversos projetos artísticos e sociais. A idéia é fazer do Omelete um guarda-chuva para unir artistas e agitadores culturais que estejam em atividade no Espírito Santo.

"Repaginamos o projeto, evoluímos o Omelete e hoje ele é muito mais cultural", afirma o diretor executivo do projeto, Thiago Ferrari.
Já um dos membros da curadoria artística do projeto, o músico Gustavo Macaco, explica a evolução na concepção ideológica. "Abrimos ainda mais o leque artístico. Além do diálogo entre as vertentes culturais, ampliaremos a diversidade artística. Gustavo ainda reforça: "Esse ano evoluímos a idéia de coletivo. Toda programação será feita da forma mais colaborativa. Assim, o Coletivo Omelete se torna ainda mais democrático, sempre em diálogo com outras regiões do Brasil e do mundo."
O Mostras Omelete 2010 é patrocinado pela Vivo e Sebrae e tem o apoio da Secretaria de Cultura de Vitória e TV Gazeta.

7 de jun de 2010

Autoramas no Festival Casarão

A banda de indie rock carioca Autoramas, recém chegada da Europa onde recentemente fez um grande show no renomado festival espanhol Primavera Sound, estará se apresentando no Festival Casarão no próximo dia 17 de junho, no Piratas Pub, na capital Porto Velho,fazendo parte da programação do Festival.

O último trabalho da banda Autoramas é o CD e DVD MTV apresenta Autoramas Desplugado, lançado no final do ano passado. O vocalista Gabriel Thomaz, falou com exclusividade ao Blog A La Maryjanne sobre a volta da banda a capital Porto Velho.
“ Sabemos que tem uma galera rock and roll sensacional em Rondônia, além de uma comida maravilhosa, fizemos passeios de barco inesquecíveis na nossa primeira vez no estado. Estamos com grande expectativas para o Festival Casarão pois o show que fizemos ai foi um barato. Os fãs da banda Autoramas podem esperar rock do bom, estamos muito felizes e ansiosos para o Festival Casarão”, disse Gabriel.

APERITIVO: Você pode ouvir Autoramas no My Space da banda ou assistir um CLIPE é só clicar nos links.

2 de jun de 2010

Novo Clipe do Charlie Brown Jr

Depois de um tempo sumido, o Charlie Brown Jr volta aos programas de clipes com sua nova música de trabalho do cd “Camisa 10 Joga Bola até Na Chuva”. O clipe da música “Só os Loucos Sabem”, já está nas paradas de sucesso.

Depois de sete anos na EMI, a banda mudou para a gravadora Sony Music nas mãos do produtor Rick Bonadio, que produziu bandas como Tihuana, CPM 22, NX Zero e Fresno, a banda lança o álbum Camisa 10 (Joga Bola até na Chuva). O nome "Camisa 10" é um trocadilho por este ser o décimo álbum da banda (e o primeiro com o baterista Bruno Graveto).

Neste cd tem a canção "O Dom, a Inteligência e a Voz" feita a pedido da cantora Cássia Eller, que Chorão compôs para entrar no disco que a cantora lançaria em 2002. A canção "Me Encontra", foi lançada como primeiro single do álbum ainda em 2009. Charlie Brown Jr volta meio tímido, apesar de recentemente estarem fazendo alguns shows em parceria com as bandas Detonautas e Raimundos pelo Brasil, Charlie Brown aposta com seu novo cd um retorno as paradas de sucesso. O clipe você pode conferir logo abaixo.