28 de fev de 2011

Definida as atrações do 8º Tendencies Rock Festival

Por Mary Camata

O Tendencies Rock Festival, que acontece na capital de Tocantins, Palmas, chega este ano a sua oitava edição. O evento que dá oportunidade tanto aos artistas tocantinenses quanto a bandas independentes de todo o Brasil, já tem data marcada e será realizado durante os dias 5,6,7,13 e 14 de maio, uma verdadeira maratona de música, artes e cultura integradas.

O Tendencies Rock Festival, que é filiado a Abrafin – Associação Brasileira de Festivais Independentes, já é considerado o maior festival de rock do estado de Tocantins. O 8º Tendencies Rock contará com uma vasta programação que engloba palestras, oficinas, debates, músicas, workshops, além de um grande intercambio cultural. Confira abaixo a programação oficial – e completa – dos 5 dias de puro rock and roll que promete o 8º Tendencies Rock Festival.

5/5 (Quinta-feira)
Blues Etílicos – SP
Three Bop Pills – PR
Veiétu – TO
Riverbreeze – GO
Mr. Frog – TO
Poetas do Caos – TO

6/5 – (Sexta-feira)

Palestra: Como viver de música
Debate: Artistas, Jornalistas, Palestrantes, Produtores e Publico
Marcelo Nova – BA
Hillbilly Rawhide – PR
Plastic Noir – CE
Boddah Diciro – TO
Oye! – GO
Mastertins – TO
Vício Vital – TO

7/5 – (Sábado)

Workshop: Baixo acústico e guitarra
Dr. Sin – SP
Diabatz – PR
Facada – CE
Man Of Kin - Londres – UK
Corja – GO
Maquinários – TO
Clamor - TO


8/5 – Domingo

Tour em Palmas: Passeio por Palmas apresentando os pontos turísticos

10/5- Terça-feira
Ação Higiene Bucal: Palestras, intervenções de saúde bucal e distribuição de kits de higiene, junto as escolas e comunidade carente de Palmas, em parceria com a ABO – TO.

11/05 – Quarta-feira
Palestras nas escolas sobre prevenção do uso de drogas e a gravidez na adolescência

12/05- Quinta-feira
Ações integradas no Estado: Ações ecológicas, palestras, visitas e trabalho com crianças feita por artistas e ONGS
Local das ações: Paraiso, Araguaína, Miracema, Palmas, Porto Nacional e Gurupí

13/05 – Sexta-feira
Wanderley Andrade – PA
Full Reggae – PI
A Baba de Mumm-ra-TO
Na Lata – DF
Asteróid 66 – TO
Supernoise – TO
*Vencedora votação net

14/05 – Sábado

Debate entre Artistas, Mídias, Palestrantes, jornalistas, público, produtores e movimentos organizados de seguimentos distintos
Ação Direta - SP
Megahertz – PI
La Cecília – TO
Sociedade Oculta – PE
Os Flutuantes – RS
Mata-burro – TO
Thunder Rage - TO

18 de fev de 2011

Radiohead lança oitavo disco

O novo disco do Radiohead, "The King of Limbs" já está disponível para download, anunciou a banda em seu site oficial. Após causar uma revolução no mercado fonográfico colocando o último disco, "In Rainbows", para download pelo preço que o usuário quisesse pagar, o Radiohead se aproveita mais uma vez da Internet como ferramenta para o lançamento de um disco.

A pré-venda começou na última segunda-feira (14). A banda colocou no ar um site especial para que o usuário compre o disco, que será enviado apenas no dia 9 de maio. O download para o comprador, no entanto, estará disponível a partir deste sábado, dia 19 de fevereiro, nos formatos MP3 e WAV.

Desta vez, o disco tem preço fixo, mas "The King Of Limbs" traz vários materiais especiais. A banda está chamando o álbum de "(talvez) o primeiro disco-jornal" da história. O pacote inclui um CD, dois vinis de 10 polegadas, o download no formato escolhido, diversos desenhos em tamanhos diferentes e uma capa especial para armazenar o material.

O preço varia de acordo com com o formato digital escolhido. A versão em MP3 (com 320 kbps) sai por R$ 80 e a versão WAV por R$ 88. O frete de envio já está incluído. "The King of Limbs" é o oitavo disco do Radiohead. O último, "In Rainbows", foi lançado em 2007. Em março de 2009, a banda fez dois shows no Brasil, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

APERITIVO – VEJA O NOVO CLIPE DO RADIOHEAD – LÓTUS FLOWER

14 de fev de 2011

Foo Fighters lança novo álbum em abril

O tão aguardado sétimo cd de estúdio da banda Foo Fighters, ainda sem nome definido, está a caminho. Após o teaser do trabalho com 30 segundos da faixa "Bridge Burning" alcançou 500 mil acessos em uma semana em seu site oficial, a banda confirmou que o álbum de inéditas sai dia 12 de abril.

Os fãs ficaram ainda mais ansiosos após a banda disponibilizar uma rádio virtual no endereço http://foofighters.fm onde se pode escutar trechos de músicas novas, entrevistas e músicas antigas, como a versão ao vivo da música "All My Life", retirada do dvd gravado no estádio de Wembley, em Londres.

Este novo álbum, prometido pela banda como o "mais pesado de todos", foi gravado de forma analógica na garagem de Dave Grohl, com produção de Butch Vig, amigo de longa data da banda, que produziu o "Nevermind" (Nirvana) e ter tocado na banda Garbage, que fez sucesso no final da década de 1990. O primeiro show da novo disco será dia 21 de maio e seis dias depois, começam uma turnê pelos Estados Unidos. Por enquanto, shows pelo Brasil são apenas especulações.

APERITIVO: VEJA CLIPE DA MÚSICA WHITE LIMO, UMA DAS NOVAS DO FOO FIGHTERS


Coletânea traz 42 sucessos de bandas que só emplacaram um hit

One hit wonder” é como são chamados, nos países de língua inglesa, cantores ou bandas que fazem estrondoso sucesso com uma música e nunca mais conseguem repetir o êxito. Caso da norte-americana Kim Carnes, que até hoje é conhecida por "Bette Davis eyes", lançada em 1981, e da dupla Wax — meio inglesa, meio norte-americana —, responsável pelo hit "Right between the eyes", de 1986. Há casos em que a música pode ser reconhecida até hoje, mas poucos lembram quem a cantava. Nem todo mundo que ouve "Video killed the radio star", por exemplo, vai associá-la imediatamente à banda britânica Buggles — a música é de 1980.

Os casos são tantos que, juntos, renderam um álbum triplo, One hit wonders, recém-lançado no Brasil pelo selo Music Brokers Brasil —, especializado em coletâneas volumosas como Os 100 melhores boleros da história, 80’s — The definitive hits collection e Box — Jazz collectors. Ou seja, verdadeiras caixas de preciosidades dispersas. Por isso, o álbum triplo com músicas de artistas de um sucesso só recebeu o subtítulo The hardest do find hits of all time — algo como “os sucessos mais difíceis de encontrar em todos os tempos.”

Para quem já passou dos 40, o lançamento é puro divertimento e nostalgia. O repertório privilegia gravações dos últimos 30 anos do século 20 e, embora os volumes não sejam rigorosamente separados por décadas, cada um segue uma tendência. O primeiro se volta principalmente para os anos 1980 e traz pérolas como as citadas músicas de Kim Carnes, Wax e Buggles, além de "Maniac", tema do filme Flashdance, cantada por Michael Sembelo, e a dançante "Ice ice baby", de Vanilla Ice (lembram?), entre outras.

SEGUNDO DISCO - O segundo disco é mais centrado na música eletrônica dos anos 1990. Coisas como "Send me an angel", do Real Life, "What is love", de Haddaway, e "Where do you go", do No Mercy. Quem não se lembra de nenhuma pelo nome vai reconhecê-las imediatamente assim que ouvi-las. Já o terceiro volume volta aos anos 1970. Estão lá a indefectível "Raindrops keep falling on my head", de B. J. Thomas, a baba Smile a little smile for me, do Flying Machine, e "Without you", do grupo espanhol Barrabas (com um refrão que ainda hoje se mostra certeiro).

Curiosamente, nem todo dono de um hit começou a carreira com a música em questão e nem desistiu da carreira por não repetir o sucesso. Kim Carnes, por exemplo, começou em 1976 e gravou oito álbuns depois de Mistaken identity, o disco que continha "Bette Davis eyes" — o mais recente é Chasin’ wild trains, de 2004. B. J. Thomas entra injustamente na seleção, já que antes de "Raindrops"… fez sucesso com Oh me oh my (“I’m a fool for you baby”) e em 2009 até lançou um disco de bossa nova, Once I loved — O amor em paz, com participações de Ivete Sangalo e Ivan Lins, entre outros.

O cd ONE HIT WONDERS — THE HARDEST TO FIND HITS OF ALL TIME é um album triplo com 14 faixas em cada volume e custa uma média de R$ R$ 46.

7 de fev de 2011

White Stripes anuncia separação após 13 anos de carreira

Através de um comunicado publicado na última quarta-feira (2), a banda norte-americana The White Stripes anunciou sua separação oficial, depois de 13 anos de carreira. Assinado por Jack e Meg White, o comunicado esclarecia que foram diversas razões que levaram ao término da banda, e que nenhuma delas diz respeito a “diferenças musicais” ou “problemas de saúde” de seus dois integrantes.

“Meg e Jack querem agradecer a todo mundo, seus fãs e admiradores pelo incrível apoio durante os 13 anos de intensa e incrível carreira do The White Stripes”, dizia o comunicado. “A Third Man Records [gravadora pertencente a Jack White] continuará lançando material inédito ao vivo e os álbuns de estúdio do White Stripes.”

Para finalizar o anúncio do fim do The White Stripes, seus integrantes disseram que a banda não “pertence mais a Meg e Jack. O White Stripes pertence a vocês agora. A beleza da arte e da música é que elas podem durar para sempre se vocês quiserem”.

Nos últimos meses, muito se comentou sobre quando a dupla gravaria um novo disco. Em 2010, Jack White até havia dito que se sentia pronto para entrar em estúdio, mas parece que percalços o fizeram mudar de ideia. A última turnê do White Stripes, divulgando o álbum Icky Thump, aconteceu em 2007 (e vale lembrar que foi cancelada para que Meg pudesse cuidar dos problemas de ansiedade que estava sofrendo). O álbum ao vivo Under Great White Northern Lights (que também é o título de documentário sobre uma turnê da dupla no Canadá) foi lançado em março de 2010.

O White Stripes foi formado por Jack e Meg White em 1997, na cidade de Detroit, EUA, e lançou sete álbums: The White Stripes (1999), De Stijl (2000), White Blood Cells (2001), Elephant (2003), Get Behind Me Satan (2005), Icky Thump (2007) e Under Great White Northern Lights (2009).