28 de jul de 2009

O rock puro e pesado da Lopes no Festival Casarão

Já ouviu falar da banda Lopes? Rock puro, básico e pesado. Lopes, projeto solo do guitarrista, vocalista, técnico de som e produtor Rodrigo Lopes que mora em Cuiabá-MT. Músico profissional desde 1995, quando foi convidado a integrar a banda Dr. Mabuse, em 1997, participou da fundação da banda Pacú Atômico (1999) e entrou para a banda Strauss, em 2002 quando fundou a banda Nação.

Em 2004 partiu para o seu projeto solo, Lopes. Lançando o primeiro cd em 2008 contendo 12 faixas, lançado no Riff Rock Fest. A banda Lopes é formada por Lopes (Baixo e voz), Felipo (guitarra) e Rubão (bateria).


Quanto tempo à banda Lopes existe?
Bom não se trata de uma banda em si, Lopes e um projeto que já existe há dois anos e meio e que surgiu da necessidade que o Lopes tinha de mostrar suas músicas e idéias, já que em outras bandas suas letras e músicas não tinha ver com as propostas das mesmas.Esse projeto já passou por varias formações, onde o Lopes tocava guitarra e cantava, devido a falta de baixistas e cansado de procurar alguém que assumisse a função, o Lopes resolveu tocar baixo, e trouxe o Ricardo Fellipo para as guitarras.O Ricardo e um guitar man de verdade toca muito bem, tem feeling, com muita pegada, começamos os ensaios e tudo se encaixou como uma luva, já que Lopes e Rubão Lisboa já tocam juntos as uns quinze anos, ai fechamos a formação do LOPES.


Quais as influências dos Lopes?
Nossa influencias são do rock n roll, e são tantas que levariamos um dia inteiro para falar de cada uma delas(risos). Mas nós três temos muitas influências em comum, anos 70 na veia isso fica claro quando começamos quando escutarem as músicas nos nossos shows. Podemos citar, Sabbath, Led, Motor Head ,Ramones, AC DC, Deep Purple, Aero Smith, e as mais atuais como Faith no more, Helmet, Alice in Chais, Pearl jam Gun's, Slash the Snake Pit.E tem também as bandas nacionais, Paralamas, Titãs, Barão,Raimundos,Nação ZumbiUmas particularidades de cada um,o Rubão por exemplo gosta de samba mas o verdadeiro, também gosta de moda de viola e ritmos de música brasileira.O Lopes gosta de Iron Maiden, Engenheiros,e música de boa qualidade.O Ricardo gosta de Alice in Chains,Stone Sour,música, música sempre.

Como vcs vêm a crescente cena do rock no MT?
Vemos tudo isso com bons olhos, acho que a cena cresceu muito de 2000 pra cá e vem crescendo cada vez mais.A quantidade de festivais de música que temos agora é cem por cento já que no passado era poucos e raros. Hoje temos festivais de grande e médio porte, isto aumentou a quantidade de bandas, houve uma melhora no nível musical, bandas que só tocavam na garagem ou em festas de amigos agora tem onde tocar, onde mostrar suas músicas. Também a um busca constante por gravar um cd demo com qualidade, o Lopes que tem o estudio Riff , é um dos produtores responsáveis pela significante qualidade musical tanto de bandas como de cds, porque ele mostra o caminho da qualidade que é o que as bandas e a cena procuram, para fortalecimento e crescimento de ambas. Esta mesma cena discute em fóruns permanentes de cultura e de música quais os caminhos a serem tomados para que haja mais integração total entre produtores, governo e artistas para uma maior fomentação e gerenciamento de verbas governamentais destinadas à cultura. Hoje temos grandes festivais de rock como o Calango, Grito Rock como festivais de grande porte nacional, mais estamos felizes mesmo de podermos tocar no Festival Casarão e conquistarmos o verdadeiro Brasil, o Brasil do Norte!

Banda Lopes – www.myspace.com/lopesrock

23 de jul de 2009

Vocalista do White Stripes entregará discos a fãs pessoalmente

O vocalista e guitarrista do White Stripes, Jack White, lançou um novo serviço em que pretende levar aos fãs conteúdos especiais relacionados com a célebre dupla e com seus trabalhos paralelos, The Dead Weather e The Recounteurs. Com custo mensal de US$ 20 (cerca de R$ 38), o Vault fornecerá aos assinantes materiais exclusivos em áudio e vídeo, além de oferecer pré-venda para as apresentações das bandas. "Alguns deverão receber gravações raras pelo correio (ou entregues pessoalmente por mim!)", disse White ao site BBC Newsbeat. "Apenas o White Stripes tem uma incrível quantidade de filmagens e gravações de shows da última década", ressaltou o músico.

Fonte: UOL.

22 de jul de 2009

Evento lança Festival Casarão em Ji-Paraná


Uma parceria entre o Circuito Fora do Eixo, Interior Alternativo e Festival Casarão realizarão um grande evento na cidade de Ji-Paraná na sexta-feira, 31 de julho denominado a Noite Fora do Eixo. Durante a “Noite Fora do Eixo”, que acontecerá no dia 31 de Julho, no Original Bar, será feito o lançamento do Festival Casarão, que acontece na capital Porto Velho, no período de 04 a 06 de setembro.

A Noite Fora do Eixo tem o objetivo de divulgar os trabalhos de bandas locais, criando um espaço para intercambio com outras bandas de fora, disse o organizador do evento, Raphael Amorim. O ingresso para a Noite Fora do Eixo será vendido na hora no valor de R$ 10 reais.


ATRAÇÕES – Como atração principal da Noite Fora do Eixo, a banda acreana Los Porongas, que vive a dois anos em São Paulo, se apresentou recentemente no Programa Altas Horas e já foi atração principal de outras edições do Festival Casarão. Os acreanos foram apontados pela crítica como uma das novas revelações do rock brasileiro. Seu primeiro CD, auto-intitulado, foi muito bem recebido pela crítica especializada, com destaque em veículos como Folha de São Paulo, Estado de Minas, e no Itaú Cultural.

Outra atração da noite será a banda jiparanaense de indie rock Di Marco que foi criada no ano de 2004 e tem sua atual composição com Raphael Amorim (voz e guitarras), Alexandre Wilsen (bateria e voz) e Uelton Amorim (baixo). A banda Di Marco será uma das atrações principais do Festival Casarão 2009 que completa 10 anos. A Noite Fora do Eixo ainda terá o DJ Banana para encerrar a noite.


FESTIVAL CASARÃO - Conhecido como o maior festival de música independente do estado de Rondônia, o Festival Casarão acontece no período de 04 a 06 de setembro, no Clube Mirante 2 e Meio, em Porto Velho e terá uma vasta programação que inclui um total de 28 bandas de nove estados além de uma banda vinda da Bolívia e como atrações principais as bandas Pato Fu, Ratos do Porão e Moptop.

16 de jul de 2009

Festival Casarão divulga programação oficial

Foi divulgada essa semana a programação oficial para o Festival Casarão 10 anos, que acontece no próximo mês de setembro entre os dias 04 e 06, no Clube Mirante 2 e Meio, em Porto Velho. O Festival Casarão que completa dez anos, fez questão de criar uma programação apetitosa para todos os gostos envolvendo um total de 28 bandas de nove estados além de uma banda vinda da Bolívia.
“É com muito prazer que o Festival Casarão vai para a sua 10ª edição com muito trabalho, muita história e muita luta. Tudo isso faz parte do Festival que esse ano chega na sua versão perfeita, buscando grandes nomes da cena independente para o intercâmbio”, disse o organizador do Festival, Vinicius Lemos.
Lemos ainda falou da emoção de chegar aos 10 anos organizando um festival que é conhecido por toda a região norte e filiado a ABRAFIN (Associação Brasileira de Festivais Independentes). “É uma emoção enorme lançar a escalação de uma data maravilhosa como essa. É emblemático chegar à 10ª edição para qualquer feito, ainda mais um festival de música independente em Rondônia, onde não temos leis de incentivo e nem apoio privado costumaz. Dessa forma, chegamos no tamanho ideal para prosseguir a nossa caminhada com um pé seguro, caminhando a cada passo sem precipitações”, concluiu Vinicius. O passaporte para os três dias de festas custa R$ 60,00 para quem tem carteira de estudante ou levar 1kg de alimento não perecível.

PROGRAMAÇÃO - Agora você já pode conferir a programação oficial da maior festa da música independente de Rondônia:

DIA 04 DE SETEMBRO (SEXTA-FEIRA):
Pato Fu (MG)
Hey Hey Hey!
Mini Box Lunar (AP)
Gloom (GO)
Miss Jane (RO)
Soda Acústica (RO)
Cerva Grátis (PB)
Made In Marte (RO)

DIA 05 DE SETEMBRO (SÁBADO):
Moptop (RJ)
Di Marco (Ji-Paraná – RO)
Porcas Borboletas (MG)
Dimitri Pellz (MS)
Linha Dura (MT)
Johnny Rock Star (PA)
Ultimato (RO)
Estação Vapor (RO)
Whiteshoe (RO)
Djow (Cacoal – RO)

DIA 06 DE SETEMBRO (DOMINGO):
Ratos de Porão (SP)
Coveiros
Survive (AC)
Gothika (Bolívia)
Lopes (MT)
Sanctify (RO)
Veludo Branco (RR)
Merda Seca (RO)
Enmou (Vilhena – RO)
Digitos (RO)


Contatos: Mari Camata (Assessoria)
E-mail: imprensacasarao@gmail.com
Site: www.festivalcasarao.com.br
Blog: http://festivalcasarao.blogspot.com

1 de jul de 2009

Festival Casarão 10 anos terá Pato Fu, Ratos do Porão e Moptop


Resolvi fazer um apanhado sobre as três bandas que estarão fechando as três noites do Festival Casarão 10 anos que acontece no próximo mês de setembro, no período de 04 a 06/09.

A banda mineira Pato Fu é uma banda de rock alternativo formada em 1992, na cidade de Belo Horizonte. Ao lado de bandas como Radiohead, U2 e Portishead, foi considerada pela revista Time uma das dez melhores bandas do mundo. É composta atualmente por Fernanda Takai, John Ulhoa, Ricardo Koctus, Xande Tamietti e Lulu Camargo, a banda possui um som que vai do pop rock à música experimental, incluindo influências eletrônicas em certas faixas. Entre as músicas que a banda gravou mais famosas estão "Depois", “Canção Pra Viver Mais” "Made in Japan" e "Ando Meio Desligado" (regravação do som de Os Mutantes). Particularmente, das três bandas foi a única que tive a oportunidade de assistir o show e gostei muito. A banda tem uma grande presença de palco, além do carisma da vocalista Fernanda Takai.

A polêmica Ratos de Porão é uma banda de hardcore punk formada em 1981, durante a explosão do movimento Punk em São Paulo. Com mais de vinte anos de carreira, são referência nacional no gênero e reconhecidos também internacionalmente, principalmente na Europa. Deixando de lado o punk puro e passando por estilos como o hardcore e o crossover, ganharam notoriedade também no exterior. Por deixar de lado o punk puro e se tornar apresentador de programa de televisão, João Gordo passou a ser chamado de traidor por algumas pessoas. O último álbum lançado pelos Ratos foi em 2006, com o título “Homem Inimigo do Homem”.
A mais nova das três atrações, é a banda carioca de indie rock Moptop, formada em 2003 alcançou certo sucesso mainstream recentemente na cena indie brasileira. A banda começou com o nome "DeLux" fazendo músicas em inglês e tocando em shows pequenos. Em 2004, a banda mudou o nome para "Moptop" em homenagem ao corte do cabelo dos Beatles e começou a tocar em shows e festas maiores.

Você já tem três motivos além das 24 bandas de vários estados que estarão se apresentando no Festival Casarão que acontece durante os dias 04 a 06 de setembro, no Mirante 2 e meio, na capital Porto Velho. O passaporte para os três dias custa 60 reais, mas si você levar 1kg de alimento não perecível ou tiver carteirinha de estudante, você só paga meia.