20 de dez de 2010

Palco Mundo do Rock In Rio fecha a escalação

O Rock In Rio fechou o line-up do Palco Mundo da Noite Rock, que acontecerá no dia 24 de setembro. O Stone Sour é a última atração a ser anunciada para o palco. A banda tem na sua formação Corey Taylor e James Root, vocalista e guitarrista do Slipknot, que toca no dia 25 na Noite do Metal.

A escalação da Noite Rock do evento ainda conta com Red Hot Chilli Peppers, Snow Patrol, Capital Inicial e NX Zero. Outros nomes confirmados para o festival são Metallica, Coldplay, Motörhead e Skank.

O festival volta ao Brasil após 10 anos. A quarta edição em território nacional acontece entre 23 de setembro e 02 de outubro na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro. Os 100 mil cards colocados para venda antecipada já estão esgotados.

Veja abaixo a lista de atrações confirmadas até agora para cada dia do Rock in Rio:

24/09 - Red Hot Chili Peppers, Snow Patrol, Stone Sour, Capital Inicial e NX Zero
25/09 - Metallica, Slipknot, Motörhead, Coheed and Cambria, Sepultura e Angra
01/10 - Coldplay e Skank

16 de dez de 2010

R.E.M. lança novo álbum em março

A banda americana R.E.M. acaba de anunciar a data de lançamento de seu novo CD, "Collapse Into Now", que chegará às lojas em março de 2011. A banda formada em 1980, ficou conhecida mundialmente com a música Losing My Religion.

Para dar forma ao seu 15º trabalho fonográfico, os músicos de Athens (EUA) voltaram a trabalhar com o produtor Jacknife Lee --conhecido por trabalhar com U2 e Snow Patrol--, que já colaborou no álbum anterior, "Accelerate". "Discoverer", "Oh My Heart", "Every Day Is Yours To Win", "Walk It Back" e "Blue" são algumas das 12 faixas do novo CD, que contou com participações de Patti Smith, Eddie Vedder e Peaches.

Os fãs mais ansiosos não terão de esperar até 2011 para conhecer as novas músicas, já que o iTunes as disponibilizará para download a partir de 20 de dezembro.

13 de dez de 2010

Amy terá show extra e U2 tem pré-vendas esgotadas pela internet

Os shows internacionais não param no Brasil e o ano de 2011 promete vários. A cantora britânica Amy Winehouse adicionou mais um show a sua turnê brasileira. A apresentação acontecerá no dia 10 de janeiro, na Arena HSBC, no Rio de Janeiro. Com isso, serão cinco apresentações da artista no país entre os dias 8 e 15 de janeiro.

Winehouse já tinha uma apresentação agendada no Rio dia 11 de janeiro que já conta com ingressos esgotados. Segundo o site oficial da cantora, a venda de entradas para o show extra começa nesta quarta-feira.

Os ingressos começam a ser vendidos à meia-noite do dia 16 de dezembro pelo site e pelo Call Center da Live Pass, e a partir das 10h do dia 16 na bilheteria oficial da HSBC Arena. O segundo show também terá abertura da cantora Janelle Monae. Os preços variam entre R$ 700 (pista premier), R$ 280 (pista comum), R$ 340 (cadeira nível 1), R$ 180 (cadeira nível 3) e R$ 700 (camarotes).

U2 - A cota de ingressos para internet da pré-venda para o segundo show do U2, que acontece no dia 10 de abril, já está esgotada. A informação foi confirmada pela assessoria da produtora Time For Fun. Nesta segunda-feira, foi liberada uma nova cota de ingressos na bilheteria oficial reservada apenas a clientes do banco Citibank. Na próxima quarta-feira serão abertas as vendas para o público em geral.

Stone Temple Pilots no Brasil ainda repercute

Após 15 anos de espera dos fãs cariocas, a banda Stone Temple Pilots retornou ao Brasil. Criada em 1986, a STP só estourou mesmo nos EUA em 1993 quando lançou o álbum “Core”. Uma das representantes do movimento grunge da década de 1990, a Stone Temple Pilots destacava-se por conseguir casar o hard rock ao grunge, sem perder a essência do movimento. Composta por Scott Weiland nos vocais, Robert DeLeo no baixo, seu irmão Dean DeLeo na guitarra e Eric Kretz na bateria, a Stone Temple Pilots manteve-se na ativa por um pouco mais de dez anos, até 1997 quando acabou, para o desespero de muitos fãs, principalmente os brasileiros que nunca haviam conseguido assisti-los ao vivo. Porém, em 2003 a banda reuniu-se, voltou a gravar e a sair em turnê.

Apesar do sexto álbum recém lançado em maio desse ano chamado "Stone Temple Pilots", o show no Brasil foi marcado basicamente por sucessos do passado esperados para serem ouvidos pelos fãs brasileiros. Aos gritos e pedidos da música "Big Bang Baby", o Stone Temple Pilots despediu-se do público carioca após 1 hora e 45 minutos de show, marcando no calendário do Circo Voador como mais um show antológico, mesmo que tenha demorado 15 anos para acontecer.

Em São Paulo, o Stone Temple Pilots mostrou que o seu grunge noventista ainda tem muitos fãs no país e lotou o Via Funchal com capacidade para seis mil pessoas em São Paulo que, inteligentemente, baseou o repertório do show nos discos "Core" (1992) e "Purple" (1994), seus dois maiores sucessos. Era exatamente o que o público queria ouvir. O vocalista Scott Weiland foi o centro das atenções. Subiu ao palco de terno, gravata, óculos escuros e um megafone, cantando "Crackerman", do disco de estreia do grupo, "Core". Ao longo da noite, foi se despindo e terminou a apresentação, pouco mais de uma hora e meia depois, com a camisa branca colada ao corpo de tanto suor. Mesmo quase não se comunicando com o público, Weiland é hipnótico: dança, corre, rodopia e mostra que, apesar dos anos de abuso de drogas, sua voz continua em boa forma.Com informações do site IG e UOL.