14 de fev de 2011

Coletânea traz 42 sucessos de bandas que só emplacaram um hit

One hit wonder” é como são chamados, nos países de língua inglesa, cantores ou bandas que fazem estrondoso sucesso com uma música e nunca mais conseguem repetir o êxito. Caso da norte-americana Kim Carnes, que até hoje é conhecida por "Bette Davis eyes", lançada em 1981, e da dupla Wax — meio inglesa, meio norte-americana —, responsável pelo hit "Right between the eyes", de 1986. Há casos em que a música pode ser reconhecida até hoje, mas poucos lembram quem a cantava. Nem todo mundo que ouve "Video killed the radio star", por exemplo, vai associá-la imediatamente à banda britânica Buggles — a música é de 1980.

Os casos são tantos que, juntos, renderam um álbum triplo, One hit wonders, recém-lançado no Brasil pelo selo Music Brokers Brasil —, especializado em coletâneas volumosas como Os 100 melhores boleros da história, 80’s — The definitive hits collection e Box — Jazz collectors. Ou seja, verdadeiras caixas de preciosidades dispersas. Por isso, o álbum triplo com músicas de artistas de um sucesso só recebeu o subtítulo The hardest do find hits of all time — algo como “os sucessos mais difíceis de encontrar em todos os tempos.”

Para quem já passou dos 40, o lançamento é puro divertimento e nostalgia. O repertório privilegia gravações dos últimos 30 anos do século 20 e, embora os volumes não sejam rigorosamente separados por décadas, cada um segue uma tendência. O primeiro se volta principalmente para os anos 1980 e traz pérolas como as citadas músicas de Kim Carnes, Wax e Buggles, além de "Maniac", tema do filme Flashdance, cantada por Michael Sembelo, e a dançante "Ice ice baby", de Vanilla Ice (lembram?), entre outras.

SEGUNDO DISCO - O segundo disco é mais centrado na música eletrônica dos anos 1990. Coisas como "Send me an angel", do Real Life, "What is love", de Haddaway, e "Where do you go", do No Mercy. Quem não se lembra de nenhuma pelo nome vai reconhecê-las imediatamente assim que ouvi-las. Já o terceiro volume volta aos anos 1970. Estão lá a indefectível "Raindrops keep falling on my head", de B. J. Thomas, a baba Smile a little smile for me, do Flying Machine, e "Without you", do grupo espanhol Barrabas (com um refrão que ainda hoje se mostra certeiro).

Curiosamente, nem todo dono de um hit começou a carreira com a música em questão e nem desistiu da carreira por não repetir o sucesso. Kim Carnes, por exemplo, começou em 1976 e gravou oito álbuns depois de Mistaken identity, o disco que continha "Bette Davis eyes" — o mais recente é Chasin’ wild trains, de 2004. B. J. Thomas entra injustamente na seleção, já que antes de "Raindrops"… fez sucesso com Oh me oh my (“I’m a fool for you baby”) e em 2009 até lançou um disco de bossa nova, Once I loved — O amor em paz, com participações de Ivete Sangalo e Ivan Lins, entre outros.

O cd ONE HIT WONDERS — THE HARDEST TO FIND HITS OF ALL TIME é um album triplo com 14 faixas em cada volume e custa uma média de R$ R$ 46.

Nenhum comentário: