2 de dez de 2014

Krisiun toca pela primeira vez em Rondônia neste sábado

Com 24 anos de estrada, Alex Camargo (vocal/baixo), Moyses Kolesne (guitarra) e Max Kolesne (bateria), não se cansam quando o assunto é conquistar novos territórios. O “Power trio” desembarca em Rondônia pela primeira vez, após uma importante série de apresentações, por diversas cidades do ‘Japão’, ‘Nova Zelândia’, ‘Austrália’ e ‘Emirados Árabes’, além de encabeçar dois grandes festivais na ‘Colômbia’.

Krisiun se apresenta em Porto Velho neste sábado
Depois do sucesso da primeira noite do “Doses Casarão” com a banda Vanguart, agora chegou a hora de esquentar para o “Doses Casarão Metal”, que trará para Porto Velho pela primeira vez a banda ‘Krisiun’, uma das bandas brasileiras de metal mais conceituadas mundialmente. Krisiun é um dos precursores do ‘bruto death metal mundial’, sendo uma das bandas do Brasil com maior reconhecimento internacional. O evento acontece no próximo sábado (06) , no Taberna, antigo Zé Beer. Duas bandas de Porto Velho farão a abertura do evento. “Ilusion of Death” e a lendária banda “Coveiros”.

COVEIROS - O vocalista da banda Coveiros, Giovanni Marini, falou sobre os 14 anos da banda e sobre a expectativa de abrir um grande show. “A banda Coveiros foi criada em 2000 quando ainda estávamos no ensino médio, eu e o nosso batera Del, mudamos de baixista e guitarrista, consolidando a mesma formação nos últimos 5 anos. “É muito gratificante como banda de um estilo pouco popular abrir para um dos, maiores ícones da atualidade do metal nacional, uma banda que mesmo não tendo uma influência direta no nosso som, possui uma característica de tocar um som agressivo e manter uma postura como banda, não abrindo mão de nossas convicções. Tenho certeza que será um show marcante na história do metal em Rondônia e, sendo a primeira banda deste porte por aqui, será um show regado a cabelos e sangue”. Disse Giovanni. Mais informações sobre o Doses Casarão Metal podem ser adquiridas no Facebook do Festival Casarão. 


Nenhum comentário: