21 de fev de 2016

Supercombo reúne fãs em noite quente em Porto Velho

Supercombo: carisma, talento, caras e bocas
(Por Mary Camata) Uma noite – quente - e emocionante na capital Porto Velho aconteceu na última sexta-feira (19/02). A banda de rock capixaba Supercombo tocou pela primeira vez para os fãs de Rondônia.

Os capixabas que tiveram grande destaque nacional quando se apresentaram no programa Superstar – onde não foram selecionados para a final - nem imaginavam o sucesso que teria a rápida passagem pela capital rondoniense. “Eu não fazia a menor idéia de que em 2016 estaríamos chegando à região Norte do Brasil, conhecendo Porto Velho e descobrindo que a gente tem fãs por aqui. Ficamos muito felizes. Isso é o termômetro que a gente usa para ver se nosso trabalho está legal e que está indo bem”, disse o vocalista da banda, Léo Ramos, antes do show.

A banda que abriu a noite do Circuito SOMA #9 foi a novata O Masso, seguida pela banda também da capital Par de Sais que já arrasta fãs fiéis para suas apresentações com letras na ponta da língua. A primeira surpresa da noite veio do anúncio oficial de um dos organizadores dos eventos do Circuito SOMA, Douglas Diógenes, que anunciou estar indo embora de Rondônia, deixando o legado dos eventos do grupo para seus companheiros de guerra, Rafael e Iury, emocionando os amigos da equipe.

A entrada da banda Supercombo e a quantidade de fãs que lotaram o Grego surpreendeu não só a organização do evento como a todos os integrantes da banda que ficaram extasiados com o tamanho do sucesso que já fazem no estado.  “Não esperava que a gente tivesse tantos fãs. Ficamos muito tempo em estúdio ou viajando então só temos a noção da dimensão do sucesso quando a gente chega para nosso show. Ficamos muito surpresos”, disse a baixista da banda Carol Navarro e o tecladista, Paulo Vaz.

Com os fãs gritando em alto som todos os seus grandes sucessos, Supercombo deixou claro porque é uma das principais bandas da nova geração do rock brasileiro. Tem carisma, talento, simpatia, caras e bocas para dar e vender. Depois de um show “quente” e encantador em uma casa lotada onde mal conseguíamos respirar, a banda ainda atendendo todos os fãs que esperavam para tirar fotos por mais de uma hora.

Douglas emocionado anunciou sua ida
para SP
Com a tour de “Amianto” se encerrando em março com aproximadamente 110 show, a banda contou que já prepara o lançamento do novo álbum que se chamará “Rogério”.

Circuito SOMA – Sem a equipe do Circuito SOMA que atualmente trabalha produzindo a maioria dos eventos em Porto Velho com o objetivo de levar ao público o que está acontecendo na música autoral de Rondônia e do Brasil, muitos dos shows que podemos ver nos dias atuais não estariam acontecendo. Durante muito tempo tivemos o Festival Casarão – do amigo Vinícius Lemos - que nos proporcionou por vários anos acompanhar grandes shows.

A união dos jovens Rafael Vieira, Douglas Diógenes, Iury Melo e seus amigos empenhados, não deixa a boa música autoral morrer em Rondônia e segue nos possibilitando desfrutarmos de eventos feito com garra e suor que, na maioria das vezes, acontecem sem apoio e sem patrocínios. Parabéns a toda equipe do Mosh. Tenho orgulho de caminhar ao lado de vocês acreditando nos mesmos objetivos.




Nenhum comentário: