11 de set de 2014

Goiânia ou Brasília? Tendencies Rock Festival – 3ª noite

A banda Scalene foi um dos destaques da terceira noite
* Por Mary Camata

A terceira noite do Tendencies Rock Festival foi marcada pela chegada das bandas do Distrito Federal mas foram os novatos da Last Travel To Manhattan, de Tocantins, que fizeram a abertura da noite. A banda que é formada por meninos, levou suas poucas – mas histéricas fãs – para dar aquela força na hora do show de letras melancólicas, porém, bonitinhas.

A primeira banda brasiliense a se apresentar foi a super preparada Scalene. Eleita pela maioria do público feminino a banda “mais bonita do festival”, os músicos chegaram 'armados' para divulgar sua banda. Com um vocalista no estilo “a la Josh Homme”, Scalene surpreendeu a todos com suas músicas e riffs impecáveis.

A banda da casa Cão de Rua fez o seu protesto bem feito com suas letras inteligentes e bem elaboradas, acompanhadas por um público que já conhecia o repertório. O músico Piêit que atualmente mora em Minas Gerais, aproveitou para lançar o seu EP Demasiado durante o Festival, cheio de romantismo e emoção.

A pesada Darshan, a penúltima banda da noite, entrou no palco com suas guitarras ardidas e melodiosas em grande harmonia. Acho que uma das palavras para definir as bandas da capital do Brasil é a harmonia em que os músicos se envolvem no palco em uma simetria perfeita.

Encerrando a terceira noite do festival, a Banda Trampa veio para provar que Brasília continua sendo um celeiro das novas bandas do rock nacional. Trampa é uma banda totalmente preparada para encarar qualquer desafio no cenário nacional. É equilibrada, é moderna, é instigante. É impossível realmente passar despercebido pelos meninos da Trampa pois a energia deles contagia até quem está cansado de uma noite inteira de rock.

Trampa fez o encerramento da terceira noite
Goiânia x Brasília – Durante estes três primeiros dias de Festival fiquei tentando encontrar palavras que definissem a diferença entre as bandas de Goiânia para as bandas de Brasília e acho que consegui entender onde está este diferencial. As bandas de rock de Goiânia são quentes e provocadoras, mas o ar de banda de garagem, de stoner rock atrai e convida o público para mais perto pois a interação palco e público é muito grande.


Já Brasília, conhecida como a capital do rock por ter nomes de bandas consagradas em todo o Brasíl, tem suas bandas milimetricamente em harmonia, são produzidas e sedutoras. Enquanto Goiânia me instiga, Brasília me seduz. Traduzindo em apenas uma palavra eu diria que as bandas de Goiânia seriam a parte da Razão e as bandas de Brasília, a parte da Emoção, causando o encaixe perfeito para a 11ª edição do Tendencies Rock Festival.

* Mary Camata é fotógrafa e jornalista pós graduada convidada para escrever sobre o Tendencies Rock Festival.

Nenhum comentário: