17 de out de 2013

Um show inesquecível: Black Sabbath


Depois de viajar quilômetros de distância – coisa que para quem mora no estado de Rondônia já está mais do que acostumado – hoje eu posso dizer aliviada que eu fui em um show do Black Sabbath.

Experiência mais que inesquecível. Eu realmente achei que nunca ia conseguir ver o tiozinho Ozzy Osbourne comandar por duas horas uma galera enlouquecida e sedenta pelo heavy metal do Sabbath. Fui ao Rio para participar da Conferência Global de Jornalismo Investigativo e no meio do meu caminho, tinha um show do Black Sabbath, na Praça da Apoteose, lugar totalmente do samba que eu vi se transformar em uma pista lotada de amantes do bom e velho rock.

Com clássicos considerados hinos do rock e algumas músicas do novo disco intitulado 13, a banda britânica de heavy metal Black Sabbath tornou a noite do domingo – também 13 – inesquecível para o público que dançou e cantou ao ritmo dos veteranos músicos de Birmingham.

Com três dos quatro membros originais da banda reunidos pela primeira vez desde 1979, o Black Sabbath fez seu som obscuro, denso e pesado em um Sambódromo lotado. Os fãs de Ozzy Osbourne puderam desfrutar de sua energia aliviados, apesar de seus cansados 64 anos. Ozzy esbanjou alegria no palco. Ele dançou, animou o público e até relembrou sua cena mais clássica ao aparecer com um morcego de plástico entre os dentes em um momento do espetáculo.

A seu lado, Tony Iommi, a alma do Black Sabbath, permitiu aos presentes viajar 40 anos no tempo com seus riffs obscuros e carregados de força que abriram o show com War Pigs. Com ritmos de compasso lento e a solidez apresentada pelo terceiro membro de fundação da banda, Geezer Butler no baixo, o show mostrou todos os elementos característicos do grupo em músicas de seu novo disco como End of the Beginning, Age of Reason e God is Dead?

O público misturado de várias idades, aplaudiu Tommy Clufetos, habitual percussionista de Ozzy e único membro do quarteto que não participou da fundação da banda em 1968. Ele completou o elenco do Black Sabbath protagonizando um dos momentos mais memoráveis do show com um solo perfeito de bateria que permitiu a Ozzy, Iommy e Butler fazer um intervalo para descanso.

Para um toque final inesquecível, a banda britânica deleitou o público alucinado com "Paranoid". Quando soaram sobre o palco os primeiros acordes da música, o público subiu os decibéis sabendo que se aproximava o final de uma noite que alguns lembrarão como a última vez que viram os criadores do heavy metal juntos no palco.

Foto: G1



Nenhum comentário: