23 de out de 2013

Som do vinil se torna digital

Com estilo retrô, as vitrolas vão ganhando espaço
Os Long Plays (LPs) foram por décadas a forma popular de se ouvir música. Eles enchiam as salas das casas, e as pessoas paravam para relaxar ao som arranhado do vinil. Com o passar do tempo, surgiram diferentes maneiras de escutar música, colocando o disco em desuso. No entanto, nos últimos anos a vitrola voltou repaginada com novos dispositivos tecnológicos.

Os novos modelos têm design retrô, inspirado nos anos 50 e 60, e são equipados com recursos que podem matar de inveja qualquer micro system. Além de serem usados para os LPs, os toca discos mais modernos possuem leitores de CD, USB, docks para iPhone e ainda convertem as faixas para o formato digital. A oferta desta categoria de produtos é ampla. A loja virtual Trapemix (www.trapemix.com.br), por exemplo, dispõe de uma linha com 38 opções. Entre os mais curiosos estão o toca discos de parede e modelos inspirados pelo Gramofone e pelo Spinnerette, em formato de mala.

A vitrola mais simples disponível no site é equipada com saída RCA, entrada USB, conexão para fone de ouvido e conversor digital, e custa R$ 429. Já as mais sofisticadas chegam a R$ R$ 1.779,00, e além das funções anteriores, leem CD e fita cassete, sintonizam AM e FM e possuem controle remoto.

Artistas, como Pitty e Vanguart, lançaram recentemente trabalhos em LPs, levando a tradição do toca discos para uma geração que cresceu ouvindo falar dos famosos “bolachões”. Mas como a tecnologia está sempre um passo à frente, a vitrola já pode ser encontrada até dentro do smartphone. O aplicativo Vinyl simula o som antigo do disco, proporcionando a sensação de nostalgia ao usuário, que pode matar a saudade dos velhos tempos de uma maneira bem moderna.

*A Trapemix é uma loja virtual que oferece produtos de informática, eletrônicos, eletroportáteis, casa e decoração e outros. Faz vendas através da internet e telefone. A oferta de vitrolas retrô está disponível no site http://www.trapemix.com.br/eletronicos/toca-discos.

Nenhum comentário: