20 de mar de 2012

Ji-Paraná terá 6ª edição do Festival Grito Rock

A banda Mediatriz será a primeira banda
a se apresentar no Grito Rock
Nos dias 31 de março e 1º de abril, Ji-Paraná, receberá mais uma edição do Festival Grito Rock, evento que desde o início de Março também vem sendo realizado em outras cinco cidades rondonienses (Candeias, Cacoal, Guajará-Mirin, Porto Velho e Vilhena).

Em sua sexta edição em terras ji-paranenses, o Grito Rock de 2012 terá em sua grade seis bandas, sendo quatro delas da cidade-sede e outras duas de outros municípios. Para abrir o festival, a banda ji-paranense Mediatriz, que recentemente lançou clipe de sua música de trabalho “Palavras Certas” inicia sua apresentação às 19h. Na sequência Spittfire e Eclipse Final representarão o movimento metaleiro de Ji-Paraná.

Os cacoalenses da Cidadãos Anônimos se apresentarão no festival tendo o blues como carro-chefe no seu repertório. Para àqueles que preferem o indie rock, Di Marco e o incansável Raphael Amorim nos vocais será a última banda da casa a se apresentar. Fechando a noite com o MPB da portovelhense Kali Tourinho e os Calhordas como banda base se apresentam como a última atração da noite.

No dia 1º, completando as atividades do Grito Rock, à partir das 16h, no auditório da Unopar Virtual, acontecerá uma roda de discussões entre agentes culturais de todo o estado, onde debaterão a atuação destes agentes na produção cultural local e as ferramentas para que essa ação seja de forma coordenada e consistente.

Meryelle Oliveira, integrante do Coletivo Cultural Interior Alternativo e uma das organizadoras do Grito Rock em Ji-Paraná contou que além das atrações musicais, o evento oferecerá outras possibilidades de entretenimento. “Durante a tarde teremos as exposições de fotografia, artesanato indígena e artes plásticas. Outra atração é que, abrindo oficialmente a parte musical do evento, às 18h, a Orquestra em Ação irá apresentar 40 minutos de rock clássico e no segundo dia teremos debates e oficinas que irão debater temas em torno da atuação cultural”, enumerou a organizadora.

Rodrigo Alves Caldeira, curador do Grito Rock 2012, disse ainda que as atrações foram pensadas de maneira que a população possa ter a alternativa de entretenimento gratuito com a produção cultural local. “Tivemos o cuidado de privilegiar produções daqui de nossa realidade. Todas as bandas possuem conteúdo autoral, os artistas que irão expor também buscam por essa identidade. A idéia é justamente fornecer espaço para os artistas locais e também opções de consumo cultural para toda a população”, explicou Caldeira. Com informações da Assessoria.

Nenhum comentário: