26 de mai de 2010

Hipocrisia

No teu quarto escuro, com dentes cerrados, olhos arregalados de medo, porta e coração fechados para ninguém entrar. Na calçada mais estreita da cidade onde milhões de pessoas esbarram-se diariamente, ninguém perceberá tua presença.

Quando deres o grito mais alto por socorro perderás o som da tua voz no teu próprio vazio. Não serás ouvido.Causa e consequência.

Fosses responsável pelos teus atos e colherás o fruto do teu fracasso ou do teu sucesso. Depende de você. Não dedicastes nem um décimo de teu prezado tempo com o que realmente é importante.
Agora é tarde demais.

Quer lutar. Juntar os pedaços que restaram das histórias que achou que tinha construído e viu que não era nada quando se viveu anos na sombra. Quer se reconstruir, mesmo que seja das cinzas, que seja dos ventos que seja de lágrimas ou se sangue. As minhas marcas serão notáveis mas não me farão sentir indiferença pelo que vivi.

Vai se ajoelhar pedindo em preces para ser ouvido por alguém quando perceber que é invisível neste mundo que as pessoas só tem olhos para o ódio, o egoísmo e a inveja. Viva e sinta o amargo de viver uma vida suja e escrota por dentro pensando que por fora ela é linda. E nunca será.


Nenhum comentário: