5 de mar de 2010

Mukeka di Rato e Dead Fish juntos em vinil

A volta dos lançamentos em vinil no Brasil está esquentando novamente com a reinauguração da Polysom, última fábrica de vinil existente na América do Sul, que ficou um tempo inativa e que agora passou por uma reestruturação e está sendo gerenciada pela Deck Disc. A grande novidade é que os seus primeiros lançamentos começam a sair. Um dos primeiros lançamentos será o vinil do Dead Fish e Mukeka di Rato. O lançamento acontecerá com um show da banda Dead Fish, no próximo dia 26 de março, no Circo Voador.

O Compacto contém duas músicas de cada banda. O lado Dead Fish terá as músicas Múmia e Michel Ohgata. O lado Mukeka di Rato terá Umbigo e Sonho Corrompido. Músicas que foram lançadas na versão japonesa do último CD da banda, Carne.

De acordo com o produtor da DeckDisc, Rafael Ramos, o compacto não tem nome. É apenas um registro de duas bandas que ele aposta no trabalho.

- Estou lançando esse compacto porque comprei a fábrica e escolhi duas bandas que trabalham. O Dead Fish sempre está na estrada, assim como o Mukeka di Rato - contou o produtor. Quando foi anunciada a compra da fábrica, os preços de cada vinil foram cogitado em torno de R$ 70, mas isso para os de 12″. Como o split Mukeka di Rato Dead Fish será um compacto de 7″, o valor será mais em conta, porém ainda não está decidido qual valor será.

Segundo informações do site (www.athosmoura.com), a atração do split, além das músicas, será a capa. Idealizada por Fábio Mozine, baixista do Mukeka di Rato, a arte terá o rosto de Sandro Juliati e Rodrigo Lima, vocalistas do Mukeka di Rato e Dead Fish, respectivamente.

- Eu me inspirei em um EP do Taiguara para elaborar essa capa. Algumas outras capas de compactos brasileiros dos anos 60 também me inspiraram - disse Mozine.

A grande dúvida é se as 400 cópias do compacto disponíveis para venda serão vendidas. Existem muitos amantes de vinil no Brasil, mas vitrolas são difíceis de encontrar. E o perfil de público das bandas é de gente jovem, acostumados com o MP3. Rodrigo Lima, fala sobre isso: - Acho que a idéia é a de instigar a molecada a ouvir mais vinil.

OUTROS LANÇAMENTOS EM VINIL - A Polysom vai atender todos os selos e gravadoras do Brasil e da América Latina. Os primeiros lançamentos (nas lojas em março) serão quatro títulos da própria Deckdisc: “Cinema” (Cachorro Grande), “Onde Brilhem os Olhos Seus” (Fernanda Takai), “Fome de Tudo” (Nação Zumbi) e “Chiaroscuro” (Pitty). Pitty fará show de lançamento do seu LP nesta-sexta-feira (5), no Circo Voador.

Nenhum comentário: