8 de set de 2009

Resenha Festival Casarão – Parte I


Mais uma experiência inesquecível pude viver durante o aniversário de 10 anos do Festival Casarão, em Porto Velho. Apesar da minha viagem de ida não ter sido muito boa e ter demorado quase nove horas pra fazer um trajeto que demora em média seis (de Ji-Paraná para Porto Velho), a compensação veio no decorrer dos dias.
Quinta-feira (03), cheguei em Porto Velho e já fomos correndo pegar o Sempre Um Papo com a banda Pato Fu, no auditório (lotado) da Fimca. Foi muito bom o bate papo. Fernanda Takai, John e Ricardo Koctus falaram sobre música, livros e um pouco da vida de cada um durante o bate papo que durou aproximadamente uma hora. Na mesma noite seguimos para o Piratas Pub onde rolou uma prévia antes do Festival Casarão com a partocipação das bandas Trap (RO), Johny Rock Star (que veio de Belém do Pará pro Festival Casarão e acabou tocando três dias) e a rondoniense Bichu Du Lodo.
Na sexta-feira (04), logo bem cedo já começamos todos os preparativos. Preparação do camarim, passagem de som, chuva q caiu a tarde, correria, sol quente nada atrapalhou o primeiro dia que pra mim (não vou falar do que achei ruim) foram destaque as bandas Gloom (GO) sem dúvida que fez o público começar a entrar em ritmo de festival, os “mutantes” da Mini Box Lunar (AP) que fez um show gracioso no sabado mais estavam na programação de sexta-feira e com a ajuda das duas vocalistas lindas que atraiu a galera pra bem perto do palco. A atração da noite foi o grande show que a banda Pato Fu fez no final. Eu já tinha visto o show da banda, já sabia que era bom e realmente foi. Destaque também para o carisma da banda que fez questão de atender toodos os fãs (sem exceção) que aglomeravam a porta do camarim.... a segunda parte do Festival Casarão conto daqui a pouco pra vcs! Nas fotos, os destaques do Festival Casarão na minha opinião, claro.

Mini Box Lunar (AP)













Gloom (GO)