28 de jul de 2009

O rock puro e pesado da Lopes no Festival Casarão

Já ouviu falar da banda Lopes? Rock puro, básico e pesado. Lopes, projeto solo do guitarrista, vocalista, técnico de som e produtor Rodrigo Lopes que mora em Cuiabá-MT. Músico profissional desde 1995, quando foi convidado a integrar a banda Dr. Mabuse, em 1997, participou da fundação da banda Pacú Atômico (1999) e entrou para a banda Strauss, em 2002 quando fundou a banda Nação.

Em 2004 partiu para o seu projeto solo, Lopes. Lançando o primeiro cd em 2008 contendo 12 faixas, lançado no Riff Rock Fest. A banda Lopes é formada por Lopes (Baixo e voz), Felipo (guitarra) e Rubão (bateria).


Quanto tempo à banda Lopes existe?
Bom não se trata de uma banda em si, Lopes e um projeto que já existe há dois anos e meio e que surgiu da necessidade que o Lopes tinha de mostrar suas músicas e idéias, já que em outras bandas suas letras e músicas não tinha ver com as propostas das mesmas.Esse projeto já passou por varias formações, onde o Lopes tocava guitarra e cantava, devido a falta de baixistas e cansado de procurar alguém que assumisse a função, o Lopes resolveu tocar baixo, e trouxe o Ricardo Fellipo para as guitarras.O Ricardo e um guitar man de verdade toca muito bem, tem feeling, com muita pegada, começamos os ensaios e tudo se encaixou como uma luva, já que Lopes e Rubão Lisboa já tocam juntos as uns quinze anos, ai fechamos a formação do LOPES.


Quais as influências dos Lopes?
Nossa influencias são do rock n roll, e são tantas que levariamos um dia inteiro para falar de cada uma delas(risos). Mas nós três temos muitas influências em comum, anos 70 na veia isso fica claro quando começamos quando escutarem as músicas nos nossos shows. Podemos citar, Sabbath, Led, Motor Head ,Ramones, AC DC, Deep Purple, Aero Smith, e as mais atuais como Faith no more, Helmet, Alice in Chais, Pearl jam Gun's, Slash the Snake Pit.E tem também as bandas nacionais, Paralamas, Titãs, Barão,Raimundos,Nação ZumbiUmas particularidades de cada um,o Rubão por exemplo gosta de samba mas o verdadeiro, também gosta de moda de viola e ritmos de música brasileira.O Lopes gosta de Iron Maiden, Engenheiros,e música de boa qualidade.O Ricardo gosta de Alice in Chains,Stone Sour,música, música sempre.

Como vcs vêm a crescente cena do rock no MT?
Vemos tudo isso com bons olhos, acho que a cena cresceu muito de 2000 pra cá e vem crescendo cada vez mais.A quantidade de festivais de música que temos agora é cem por cento já que no passado era poucos e raros. Hoje temos festivais de grande e médio porte, isto aumentou a quantidade de bandas, houve uma melhora no nível musical, bandas que só tocavam na garagem ou em festas de amigos agora tem onde tocar, onde mostrar suas músicas. Também a um busca constante por gravar um cd demo com qualidade, o Lopes que tem o estudio Riff , é um dos produtores responsáveis pela significante qualidade musical tanto de bandas como de cds, porque ele mostra o caminho da qualidade que é o que as bandas e a cena procuram, para fortalecimento e crescimento de ambas. Esta mesma cena discute em fóruns permanentes de cultura e de música quais os caminhos a serem tomados para que haja mais integração total entre produtores, governo e artistas para uma maior fomentação e gerenciamento de verbas governamentais destinadas à cultura. Hoje temos grandes festivais de rock como o Calango, Grito Rock como festivais de grande porte nacional, mais estamos felizes mesmo de podermos tocar no Festival Casarão e conquistarmos o verdadeiro Brasil, o Brasil do Norte!

Banda Lopes – www.myspace.com/lopesrock

Nenhum comentário: